Visitantes
HojeHoje40
OntemOntem58
Nesta SemanaNesta Semana98
Neste MêsNeste Mês702
GeralGeral308694

Líderes: Formem seus sucessores

Meu último artigo sobre “Fatores de Retenção de Talentos” teve uma repercussão super positiva!! Foram vários contatos de pessoas que concordavam com todos os aspectos que escrevi!! Alguns nunca tinham parado para posicionar-se nos tópicos abordados...Uma das respostas, de leitor do Rio de Janeiro, veio acompanhada de confissão de que a “máquina diária de sufocar criatividade”, o ritmo alucinante e as cobranças desenfreadas jamais permitiram tal reflexão...”Eta mondocane” corporativo!!!

E os jovens executivos e trainees têm me ensinado muitas coisas nas empresas por onde ando!! Aproximadamente aos 27 anos, sabem perfeitamente de sua missão na Terra e ganham formidável amadurecimento! Diferem totalmente da minha geração e das anteriores, pois, na maioria das vezes, não cultivam o menor vínculo emocional com as corporações e seus empregadores!! Dedicam-se arduamente, focam na obtenção de resultados e querem ser reconhecidos por isso! Portanto, se os fatores de retenção não forem bem calibrados pela corporação, não hesitam em buscar ou criar condição para nova oportunidade em outras empresas.

No mundo corporativo e até no político, minha esperança está depositada nessa geração! São emissários do Criador!! Alguns precisam, também, exercitar um pouco de admiração e respeito aos mais velhos...Isso nunca fará mal e encurtará muitos caminhos! Uma pitada de modernidade, de visão digital em troca de atalhos a caminhos vitoriosos já percorridos! Com todo esse potencial e talento, com formação e educação exemplares (muitos fazem seus MBAs fora do país, além de vivências super enriquecedoras no exterior), são pouco treinados e orientados pelos seus superiores...É verdade!!

Pesquisa da Consultoria Proudfoot, com 100 equipes de profissionais de grandes empresas brasileiras, mostrou que os gestores gastam apenas 1% do tempo de trabalho com treinamento e orientação de subordinados... Simplesmente não estão formando seus sucessores!! Ah, por outro lado, gastam 59% do tempo na execução de tarefas burocráticas e na administração de conflitos da equipe... Investem em “massa executora” e não em “massa pensante”!

Portanto, caro gestor, reflita sobre esse quadro! Os principais fatores de retenção de talentos (reveja tópicos abaixo) atrelados a treinamentos de qualidade e, principalmente, à sua dedicação às pessoas, ao ser humano subordinado, fará a diferença em sua organização. Quando sentir que estão prontos, dê-lhes desafios e autonomia!! O futuro da organização agradece!! E a evolução do Universo também!!

FATORES DE RETENÇÃO DE TALENTOS

1) Autonomia e a liberdade para executar o trabalho
2) A importância e o desafio das missões delegadas
3) A ética na empresa
4) A qualidade dos gerentes e dirigentes
5) Perspectiva de evolução de carreira
6) O ambiente de trabalho
7) Salário

Dill Casella
Especialista em análise do ambiente corporativo, liderança e relações humanas, possui mais de 15 anos de atuação em vendas e desenvolvimento de mercado. Engenheiro Civil, pós em Marketing, Desenvolvimento Gerencial e Practitioner em PNL Compositor e ator amador. É  também escritor de artigos publicados regularmente em veículos de mídia eletrônica e impressa sobre vendas, liderança, atendimento ao cliente, motivação, entre outros.
www.dill.com.br

 

ico_voltar

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
  • acf.jpg
  • anitec2.jpg
  • duque.jpg
  • iapp.jpg
  • sbgc2.jpg